Cadastro de E-mails

Cadastre o seu e-mail para receber nossas divulgações




PALESTRAS

Normas Regulamentadoras

Consulte as Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Previdencia Social: Clique aqui

Usiminas bate recorde nacional em segurança

IPATINGA - A Usiminas registrou a marca de 10 milhões de homem/hora sem acide

ntes de trabalho nas obras em curso na Usina Intendente Câmara, de Ipatinga.

 

O número representa um recorde para o setor siderúrgico nacional, conforme levantamento da Associação Brasileira para Prevenção de Acidentes (ABPA). No período de 27 de fevereiro a 10 de setembro não foi registrado qualquer caso – seja ele com perda de tempo ou sem perda de tempo – envolvendo os 8.500 funcionários próprios e terceiros atuantes nas obras de Ipatinga. Entre esses empreendimentos destacam-se grandes projetos, como a Coqueria 3, já em funcionamento, a implantação da tecnologia CLC no Laminador de Chapas Grossas e a nova linha de galvanização da Unigal.

De acordo com o superintendente de Implantação da Usiminas, Ronalde Xavier Moreira, o grande desafio da área é trabalhar em estreita sintonia com as contratadas e subcontratadas, que juntas somam quase 140 empresas, só em Ipatinga. “As decisões relativas tanto ao projeto quanto à segurança das colaboradoras são tomadas sempre em conjunto, nunca de forma unilateral”.

Élcio da Silveira Carvalho, técnico de segurança de obras da empresa, acredita que a parceria com as empreiteiras é um dos diferenciais da empresa. “Em função desse trabalho em conjunto, em que todos se sentem parte e responsáveis pela segurança, é que conseguimos alcançar esse recorde”, conta. Ele explica que há mais de 20 anos a Usina de Ipatinga adota a metodologia que foi batizada pela segurança de Sistema Integrado de Segurança e Saúde. Semanalmente, os profissionais da segurança se reúnem para fazer um balanço dos trabalhos, identificar as dificuldades e traçar os próximos passos. Entre engenheiros, supervisores, analistas, técnicos, médicos e enfermeiros da Usiminas e das contratadas são 149 profissionais que lidam diretamente com a segurança nas obras. Por mês eles realizam cerca de 65 inspeções, mais de 140 análises de risco, entre diversas outras atividades.

O recorde é reflexo do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Usiminas em todas as suas unidades, segundo ressalta sua assessoria. Em 2009 a empresa lançou o MAISS – Mudança, Atitude e Integração em Saúde e Segurança, programa que engloba uma série de ações, que vão desde campanhas de conscientização até a formação de subcomitês responsáveis pelas normas e procedimentos. “Esse recorde é mais um incentivo para continuarmos com práticas seguras dentro e fora da empresa. A partir dos gestores estamos, cada vez mais, fortalecendo essa cultura entre todos os colaboradores”, afirma o diretor da Usina de Ipatinga, Francisco Luis Araujo Amerio.

Antes de lançar o programa, a Usiminas realizou um diagnóstico nas empresas, que incluiu entrevistas em diversas áreas, análise de procedimentos, equipamentos, instalações e espaços físicos, além da verificação da atuação dos colaboradores no ambiente de trabalho. A partir daí foi elaborado um cronograma de trabalho focado na gestão integrada e participativa, compartilhada em todos os níveis da organização.

Fonte: www.jornalvaledoaco.com.br